Go to the page content
Noções básicas | 3 min. leitura

O que é a diabetes tipo 2?

A diabetes tipo 2 é uma doença crónica que surge quando o seu organismo não consegue produzir insulina – a hormona que controla a quantidade de glicose no sangue – em quantidade suficiente e quando não consegue utilizar a quantidade produzida de forma eficaz. A isto chama-se resistência à insulina e desenvolve-se ao longo de meses ou mesmo anos.

"Controlo, na minha vida, é estar consciente - dos perigos e das consequências."

-Adrian Makuc vive com diabetes tipo 2

Quais são os sintomas da diabetes tipo 2?

A diabetes tipo 2 desenvolve-se gradualmente, pelo que pode nem sequer notar os seus sintomas até que se tornem óbvios. Isto é perigoso, pois os níveis elevados de açúcar no sangue podem já estar a prejudicar o seu corpo.

Alguns dos sinais incluem:

  • Micção excessiva uma vez que o seu corpo expele a glicose em excesso na urina
  • Sede extrema resultante da micção excessiva
  • Cansaço e fadiga pois a energia da glicose não consegue chegar às células do seu organismo
  • Prurido genital ou infeções por fungos  pois a glicose na urina proporciona uma base de reprodução para fungos e bactérias
  • Visão desfocada causada por níveis elevados de açúcar no líquido do seu olho (e em casos raros, danos nos vasos sanguíneos do olho)
  • Perda de peso à medida que o seu organismo utiliza gordura como fonte de energia quando as células não conseguem absorver a glicose

Quais as causas da diabetes tipo 2?

As causas da diabetes tipo 2 não são totalmente compreendidas, mas estão associadas a fatores como o excesso de peso ou obesidade, história familiar, etnia, entre outros. Embora os genes tenham um papel a desempenhar, as suas escolhas de estilo de vida também são muito importantes. Uma dieta saudável e exercício físico regular reduzem as suas probabilidades de desenvolver diabetes tipo 2 – mesmo que a doença exista na sua família.

"Controlo, na minha vida, é estar consciente - dos perigos e das consequências."

-Adrian Makuc vive com diabetes tipo 2

Avaliação do risco de diabetes

Está em risco de desenvolver diabetes ou já tem diabetes? Cerca de 50% das pessoas com diabetes tipo 2 não sabem que têm a doença e, por isso, correm riscos de desenvolver complicações graves para a saúde. A idade, o excesso de peso e história familiar são fatores que aumentam o risco de desenvolver a doença. Conhecer o seu risco e fazer um rastreio precocemente são passos simples para uma vida mais longa e mais saudável.

Faça o teste de risco de diabetes tipo 2

Diagnosticar a diabetes tipo 2

Se suspeitar que tem diabetes tipo 2, consulte o seu médico. Existem vários testes que terá de fazer para diagnosticar a diabetes tipo 2. O teste inicial é um teste do nível de açúcar no sangue em jejum (implica não comer ou beber durante as 8 horas prévias ao teste). Também pode ser feito um teste de HbA1c. Neste caso, serão medidos os níveis médios de açúcar no sangue dos últimos dois a três meses e não necessita de jejum.

Se os seus níveis de açúcar no sangue estão acima do normal, mas não confirmam a diabetes tipo 2, pode ser efetuado um teste de tolerância à glicose. Depois de medido o seu nível de açúcar no sangue, em jejum, irá consumir uma bebida açucarada. Após 2 horas, estes valores voltam a ser medidos.

Saiba mais sobre a insulina, açúcar no sangue e os seus efeitos no seu corpo.

Viver com diabetes tipo 2

Se tem diabetes tipo 2 e gere bem a sua doença, é expectável que tenha uma vida ativa e independente. Mas terá de fazer alterações à forma como cuida da sua saúde e planear cuidadosamente determinadas atividades e ocasiões.

Diagnosticada precocemente, a diabetes tipo 2 pode ser controlada com dieta e exercício físico. Se estes não forem suficientes para controlar os seus níveis de açúcar no sangue, poderá ter que iniciar tratamento farmacológico.

Aprender a equilibrar a sua dieta, atividade física e níveis de açúcar no sangue e ser capaz de se adaptar a diferentes circunstâncias irá ajudá-lo a viver a vida ao máximo e evitar problemas de saúde graves. Obter a informação e apoio corretos após o diagnóstico é o primeiro passo para uma melhor saúde a longo prazo.

Se mora ou cuida de alguém com diabetes, existem medidas que podem ajudar a aprender a viver com diabetes.

Artigos relacionados

O dia-a-dia da Diabetes
Estilo de vida | 6 min. leitura

O dia-a-dia da Diabetes

Uma boa gestão da diabetes requer consciencialização e planeamento cuidadoso para todos os tipos de ambientes e situações.